Gerenciamento de Certificados SSL. Qual a importância para seu e-commerce?

Uma pesquisa realizada pela Mintel, multinacional especializada em inteligência de mídia e mercado, revela que o mercado do e-commerce cresce a todo vapor, porém, ainda encontra problemas na hora de garantir a segurança dos consumidores: 1 a cada 4 brasileiros não compra pela internet por medo de fraudes e crimes virtuais. Esse é um dado sério e muito preocupante para os empresários do setor, afinal, se as pessoas se recusam a comprar por falta de um ambiente virtual mais seguro, é preciso desenvolver mecanismos que mudem essa impressão.

Esse é o maior benefício que o Gerenciamento de Certificados SSL pode oferecer: a garantia de que o seu site é um ambiente seguro para o cliente. Saiba mais sobre eles e entenda porque são ferramentas fundamentais para o mercado virtual.

A importância do Gerenciamento de Certificados SSL

Para o cliente, isso representa uma sensação de enorme tranquilidade e a segurança de que seus dados pessoais e bancários não serão compartilhados nem acessados por terceiros. Para a empresa, ter essa garantia significa ser referência na área e um porto seguro para futuras compras.

Ao adquirir um certificado de segurança digital, o protocolo de segurança o SSL/TLS (Secure Sockets Layer/Transport Layer Security) é habilitado para acompanhar o fluxo de informações entre o computador e o servidor responsável pelo site acessado. Isso permite que todas as informações buscadas sejam criptografadas e não possam ser vistas por pessoas sem autorização.

Essa questão é tão séria que empresas consideradas inseguras por seus clientes, além de terem sua reputação manchada, respondem a vários processos judiciais e podem ter sua permanência no mercado ameaçada.

Como fazer o gerenciamento

Com diversos tipos de certificados de segurança disponíveis, é preciso gerenciar as especifidades de cada um e os prazos de atualização. Como o mundo digital é dinâmico e as alternativas para burlar os sistemas de segurança estão cada vez mais avançadas, é preciso estar com os certificados sempre renovados e atualizados, para que se adequem e criem barreiras para lidar com novas formas de invasão. É importante acompanhar os prazos e regras que variam de acordo com o tipo de certificado.

Além de fazer esse acompanhamento, é preciso incentivar o cliente a cobrar esses certificados nos sites em que ele faz compras, assim, ele estimula as empresas e o mercado como um todo sai ganhando.

Para o consumidor saber se o site é seguro, deve-se ficar atento a alguns sinais:

  • Observe se há um cadeado na barra do seu navegador;

  • Busque o selo de segurança do site;

  • Observe a cor da barra de navegação: se ela estiver verde, significa que o site é seguro, mas se estiver vermelho, pode desconfiar.

Lidar com riscos

A empresa que se preocupa com sua sustentabilidade no mercado, se ocupa em fazer um gerenciamento de riscos. Para os empresários da área de e-commerce, essa é uma etapa chave para sobreviver. Nesse processo, todos os riscos possíveis devem ser identificados e descritos e devem ser listadas, respectivamente, as formas de controle para lidar com eles. Também é importante graduar esses riscos, de forma que seja fácil identificar se eles são altos, moderados ou baixos. A falta de um certificado de segurança no site certamente seria considerada de alto risco — e com certeza espanta os consumidores.

Você já garantiu a segurança da sua loja virtual? Tem experiência com certificados desse tipo? Deixe um comentário e divida com a gente sua opinião!